sexta-feira, 24 de abril de 2015

FARMACINHA DA BIA

Oi meninas...

Antes de falar da farmacinha, quero complementar o post anterior,pois esqueci de contar sobre a tesourinha ou cortador de unha. Eu uso tesourinha, e é útil demais, porque os bebês tem pequenas navalhas no lugar das unhas, e cresce super rápido, eu corto as da Bia 1 a 2 vezes por semana, então o item é indispensável.

Agora vamos falar da farmacinha, primeiramente quero dizer que sou uma mãe que dá remédios sim! Eu não consigo ver minha filha sofrendo, e logicamente que faço todos os processos alternativos, mas dou remédio. Aquelas que são adeptas a não dar, eu respeito, então espero o mesmo.
Não estou aqui para incentivar ninguém a usar medicamentos sem prescrição médica, vou apenas relatar minhas experiências. Porque minhas amigas, quando a cólica do bebê vem, vc vai querer fazer qualquer coisa para acabar com aquele choro desesperador, eu pelo menos fui assim, e pesquisei na net, ouvi conselhos dos mais velhos, e tudo que me disseram que era bom, eu testei.

Primeiramente, itens básicos da farmacinha:
- Termômetro ( indispensável)
- Bolsa Térmica ( uso muito nas crises de cólicas)

Vitaminas:
O Pediatra da Bia passou duas vitaminas para ela, segundo ele deve ser tomadas até 1 ano:
- CEWIN ( basicamente , vitamina C)
- AD- TIL (Vitamina A e D)
No início fiquei relutante a dar, lógico que desconfiei do pediatra, pois estou ainda o conhecendo, aí pesquisei na net, e vi que são importantes sim na fase de crescimento, então a Bia toma todos os dias.

Remédio para dor e febre:
- Paracetamol ou Tylenol bebê
Ambos tem o mesmo princípio ativo, provavelmente o pediatra do seu filho irá indicar um dos dois, eu uso paracetamol.

Remédio para cólicas e gases:
Gente, chegamos ao assunto temido, as cólicas. Infelizmente, todos os bebês sentem, faz parte da maturação do intestino, pois eles ainda não tem a sua flora intestinal desenvolvida, aí passam por esse sofrimento, lógico que alguns bebês sofrem menos que outros. Mas em qualquer intensidade, deixa a mamãe muito preocupada.

A Bia deu sua primeira crise de cólica com 4 dias de vida, em casa. Ela chorava muito, se contorcia, e eu não sabia o que era, corri para a net, e como não tinha nada em casa, nem de medicamento, nem bolsa térmica, fiquei fazendo massagem e bicicletinha, aliviou no momento, ela soltou uns puns, mas na madrugada voltou a sentir. Acredite, essas dores aparecem depois das 18:00, ou na madrugada, que é para deixar vc ainda mais desesperada. No dia seguinte por orientação da minha mãe meu marido foi na farmácia comprar espasmo luftal, fomos sem orientação medica mesmo, pq ainda não tinha passado a primeira consulta, chegando lá soubemos que esse remédio não é comercializado a uns 15 anos, kkkkk (dá um desconto, o caçula da minha mãe tem 23 anos), ele foi substituído por um chamado Espasmo Dimetiliv. Passei a dar esse remédio sempre que tinha crises, mas ele não faz efeito sozinho, não é dar o remédio e esperar que a cólica suma, precisa das massagens e bicicletinha, para eliminar os gases, aí a criança se acalma.
Daí minha mãe foi no postinho de saúde aqui perto de casa buscar uns remédios para mim, e encontrou a enfermeira que me auxiliou na amamentação, conversando sobre a Bia ela falou das cólicas. Um médico do posto estava perto e falou para dar um remédio chamado Mylicon, e como toda a mãe desesperada, eu corri e comprei esse remédio, e larguei o que estava dando de lado, e o processo das cólicas continuavam, chorava sem motivo aparente, dava as gotinhas do remédio, colocava a bolsa quente, e da-lhe massagem e bicicletinha.
Até que conversando com uma amiga, ela disse que o pediatra da filha dela disse que podia dar o mylicon todos os dias 2 vezes ao dia, nos 3 primeiros meses, e que ela estava dando, isso fazia com que a bebê dela soltasse os gases com mais facilidade, e não dava as crises de choro. O que eu fiz? Segui o conselho do pediatra da amiga, e comecei a dar o remédio todos os dias, 2 vezes ao dia.
Aí soube de um remédio que era uma bênção, super caro, mas que resolvia. Na verdade não é um remédio, ele é composto pelos lactobacilos vivos, o que ajuda a construir a flora intestinal e acabar as dores, chama-se Colikids, e eu comprei. Encontrei dele por 70,00 (preço salgado, mas valia pelo milagre que deveria fazer). Segui dando o Colikids e Mylicon todos os dias, e como passe de mágica a Bia não tinha mais crises de cólicas. Era bom demais, ela se espremia, mexia, e de repente, soltava o pum, sem choro, sem stress, as vezes até dormindo mesmo, durante a madrugada, ela fazia isso, e nem acordava, depois que o pum saia, ela já se aquietava e voltava a dormir. O Colikids acabou, e nem comprei outro vidro, mantive apenas o mylicon, e mesmo assim não aconteciam choros por aqui. Uma paz, que durou dos seus 15 aos 45 dias de vida.
E porque parou a paz?
Porque voltamos no nosso pediatra, e ele falou que só era para dar o remédio se ela sentisse dor, ou seja, se chorasse. Se ela só se contorcesse, e espremesse, era para deixar sem remédio, e mandou dar o luftal combinado com tylenol ou paracetamol nas crises.
A mãe aqui, seguiu as orientações do Pediatra, largou o mylicon e comprou o luftal, e parou com o remédio de todo dia.
Resultado disso: muitas crises de cólicas, daquelas que a Bia chora que perde o fôlego, se contorce enquanto mama, nem no peito ela sossega e para o choro, noites mal dormidas, vômitos, desespero, e mãe se descabelando.
E ainda pior, foi depois de todos esses dias eu pegar os 3 remédios que comprei para ela, e perceber que eles tem o mesmo princípio ativo, simeticona, e que fazem o mesmo efeito, o que muda é o laboratório. Estava simplesmente trocando 6 por meia dúzia.
Ontem para meu desespero foi a pior crise da Bia, durou a madrugada e o dia inteiro, ela chorava demais, não queria mamar, e não dormia, fiz toda a indicação do pediatra dei os remédios, fiz as massagens, bolsa térmica, bicicletinha, e nada. Daí comecei a pensar que poderia não ser a cólica e sim outra dor. O choro dela estava descontrolado, nunca tinha ficado assim, e eu sem saber o que fazer, chorei junto. Comecei a apertar o ouvido, a hernia, barriga para ver se o choro se intensificava em algum desses locais, e se intensificou em todos, não sabia mais o que fazer.  Liguei para o marido e tirei ele do trabalho e corremos para a emergência, e olha só, depois de toda a avaliação do pediatra, o problema era...cólica mesmo, muitoooos gases, a barriguinha dela estava super inchada. Portanto não tinha o que fazer, apenas manter o tratamento. Saímos do hospital e passamos na casa de uma tia do marido, lá eu dei mamazinho, e papai colocou para arrotar, e de repente ela soltou aquele arrotão, e dois puns com cocô que a fralda explodiu, precisou até de banho, e enfim, acabou o chororô. Quando chegamos em casa, ela sentiu novamente um desconforto, um pouco mais leve, fiz a massagem e coloquei a bolsa térmica, e pronto, ela mamou e dormiu a noite toda.
Depois disso tudo, o que fazer? Não, eu não vou voltar a dar o remédio todos os dias, pois pesquisei, e me informei com amigos médicos, enfermeiros e farmacêuticos, e me disseram que embora a simeticona não tenha contra indicação e não seja absolvida pelo organismo do bebê, ou seja, vai direto para o intestino e é eliminado nos gases e fezes, ele pode fazer com que o intestino dela fique mais preguiçoso.
Então, a solução é ter muita paciência quando ela der as crises, e fazer tudo o que já sabemos de tratamento alternativo, e caso fique muito grave dar a medicação indicada pelo pediatra. Que Deus nos ajude!
 Ah! Já ia me esquecendo, outro tratamento alternativo que uso é o fuchicalm (antigo fuchicória), ele é um pozinho para chá, uma mistura de erva-doce nacional e camomila, como não quero dar chá para a Bia, eu segui a orientação de outras mamães, e sujo o bico da chupeta no pozinho, dou sempre a noite depois do banho de balde, e ajuda muito, ela fica muito tranquila. Ele pode ser encontrado nas farmácias com o nome de Fuchimed tbm, é a mesma coisa.
Quanto a mim, de hoje para a frente tenho evitado todos os alimentos que causam gases, e substituí o café e leite por chá tbm, de camomila ou erva-doce. Para mim é um sacrifício sim, odeio chá. Mas vale tudo para o bem estar da pequena.

É isso meninas, espero que a experiência de vcs quanto a colicas tenham sido, ou sejam mais amenas.
Bjus mamãe e Bia

13 comentários:

katia silva disse...

Que dó da pequena.... essas crises judião né.... boa dica da bolsa térmica.. eu já tenho em casa vou aproveitar para usar tbm.... Bjsss.

Lyanna Souza disse...

Tadinha da tua princesinha... espero que essas crises desapareçam completamente logo, logo. Beijos!

Gabi disse...

Nossa q dó da Bia e de vc também :(
Obg pelas dicas vou precisar em breve !
Q essa fase passe logo....

Bjs

Thata P. P. F disse...

Thalita, que judiação. Muita dó dela.
Eu tenho muito medo de não saber o que fazer um baby cheio cólica dentro de casa. Que Deus me ajude.
Já estou anotando suas dicas... rsrs
Que essas crises acabem logo pra sua princesa.
Beijos

Nathy Avelar disse...

Ô meu Deus, que judiação. Mas aqui, cadê a foto da farmacinha? Quero ver, rs.
Espero que já tenha melhorado.

http://antesdopositivo.blogspot.com.br/

Nise disse...

A gente fica doida mesmo pra fazer a dor do bebê passar....meu primeiro filho teve poucas crises de colicas...mas naquela epoca (15 anos atras) a gente ja saía do hospital com uma receita pro bebê...entao eu ja sabia o que dar pra ele....bjo

Dai... disse...

Minha pequena tem um mês e um diia,tb estamos sofrendo com as cólicas, nossa é muito triste ver nosso pequenos anjos sofrerem assim 😞...
Já tentei de tudo desde os primeiros dias, comprei o caríssimo colikids,Espasmo flatol e agora estou no Mylicon que é na verdade a me mesma coisa que o espasmo....massagens, banho, fraldinha quente e nada... fico desesperada a cada crise!
Tenho um menino de 13 anos e naquela época usei luftal e elexir paregorico que funcionava muito bem, mas só agora descobri que o elexir pode ser usado acima de 12 anos 😱 no meu menino funcionou e não deu problemas, mas é melhor não arriscar! O jeito é muito amor e carinho, massagens, banho e muitaa paciência até que isso acabe

Nessa disse...

Uso o mylicon e o elixir paregorico 3 gotinhas do mylicon e 5 do elixir, é uma bênção, elimina todos os gazes e tranquiliza o bebê.😘

karla Morim disse...

Oi...qts vezes ao dia vc dá pro bb???

Unknown disse...

Meu bb não teve cólica assim que nasceu tive a primeira crise agora com 3 meses e sério quase dei um treco fui parar na emergência que foi receitado o Luftal que o pediatra dele já havia receitado, colikids paguei 92,00 mais pelo visto vale a pena estou no segundo dia de uso e a minha dúvida ibuprofeno(o uso é a partir de 6 meses mais foi o médico que receitou gente), porém hj no segundo dia de uso ele vomitou e uma gosma e tinha o cheiro do ibuprofeno decidi não darei mais!!! Vou usar o Tylenol baby que o pediatra dele havia passado desde que ele nasceu. Gente são muitas dúvidas concordo é muita paciência e dá muito carinho, banho, fraldinha quente e massagens. Porém o que ta me deixando de cabeça quente é que junto com as cólicas ele está muito mais muito congestionado Dale soro no nariz, nebulização e aspirador nasal mais ta tenso outra vez a pediatra da emergência passou Predsim mais tenho medo de misturar com os outros da cólica, alguém pode me dar um relp???

Bjs

Paula Merucci Zadra disse...

Tem hora que desespero tanto q fico olhando pra ele e desparo a chorar... Tem hora que nada adianta e depois que comecei dar o colikids achei q estava piorando mas amanhã vou fazer como a mamãe dá bia falou... Dar o espasmo flatol 2 x ao dia e 5 gotinhas do colikids e deus nos ajude 😥

Paula Merucci Zadra disse...

Oi meu bebê está com 2 meses e 1 dia hoje foi tenso aqui em casa, agora ele está dormindo mas a barriga continua inchada... Gente o colikids dou 5 gotas no dia e estou usando o espasmo flatol... Não sei mais o que fazer hj ele nem fez o cocozinho e dormiu sem mamar do jeito q sempre mama... Será que eh normal não fazer côco... Hj a crise foi tão forte q chorei junto e dei 5 gotinhas de Buscopan... Até pensei que o colikids poderia está fazendo mal, mas depois vi q ele não é nada mais nada menos que Lactobacillus vivo para ajudar na flora intestinal... Será q eu troco o espasmo floral pelo mylicon?

Paula Merucci Zadra disse...

Uma pergunta... Vc também parou de tomar leite? Me fala quais alimentos vc acha que aumenta as colicas

Postar um comentário

Você me deixa muito feliz com seu comentário! Bjus***